May 07

Aprenda a calar

dia--4111

APRENDA A CALAR

May 07

Hoje é o dia do Silêncio

olharsilencio

Em tempo de Silêncio tento falar com Deus, preciso de quietude nesse momento sem palavras nem sons.

É difícil parar todos os sons, mas em pensamento agradeço ao Espírito Santo, para dar paz ao meu coração, acalmar minhas emoções, me ensinar a viver e a conviver com o meus semelhantes . E que Deus me dê muita sabedoria,  para  que  todos os dias eu saiba calar quando necessário, e falar só quando for preciso.Nesse momento me calo, e deixo esse poema de mestre para reflexão em silêncio.

Chove. Há Silêncio

Chove. Há silêncio, porque a mesma chuva
Não faz ruido senão com sossego.
Chove. O céu dorme. Quando a alma é viúva
Do que  não sabe, o sentimento é cego.
Chove. Meu ser (quem sou) renego…
Tão calma é a chuva que se solta no ar
(Nem parece de nuvens) que parece
Que  não é chuva, mas um sussurrar
Que de si mesmo, ao sussurrar, se esquece.
Chove. Nada apetece…
Não paira vento, não há céu que eu sinta.
Chove longínqua e indistintamente,
Como uma coisa certa que nos minta,
Como um grande desejo que nos mente.
Chove. Nada em mim sente…
(Fernando Pessoa)